Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

Conclusão & Agradecimento

Finalizado o projecto, divulgamos hoje, sob forma de desfecho, a essência do mesmo.

Depois de todos os posts relativos ao estudo das mais variadas entidades empresariais, depois das palestras assistidas, também aqui publicadas, depois dos inquéritos efectuados, depois de tantas outras actividades o grupo criou uma empresa, ficticiamente.

 

Todas as actividades anteriormente referidas, criaram sobretudo três grandes efeitos em nós:

  • Consciencialização acerca do problema ambiental ( ecologia ) - Palestra Agricultura Biológica + Restaurante Sopas d'Avó);
  • Espírito Inovador e capacidade de Iniciativa ( Empresas estudadas - Sotelha, Jopimar, BPI...);
  • Bons apoios financeiros existentes, estimuladores dos negócios alternativos.

Desta forma, decidimos, de acordo com a conjuntura internacional vivida, que a produção de biodiesel a partir de girassóis, congregava tudo o que estudamos, e ainda combateria um dos principais problemas da actualidade: O aumento constante do preço do petróleo.

Fizemos um balanço das receitas e despesas, utilizando uma versão não registada e limitada do programa "quickfactura", bem como um livro que comporta todo o processo burocrático.

 

A vivência da gestão de uma empresa, fascina-nos particularmente, pois é o aplicar dos nossos conhecimentos, na medida em que, a nossa área de estudo são as Ciências Socio-económicas.

 

 

 

 

Aproveitamos também a ocasião para fazer os agradecimentos às pessoas que nos ajudaram a fazer com que este projecto fosse concluído. Agradecemos por isso:

  • À Professora Ana Lia (a nossa professora de Àrea Projecto, que  sempre nos acompanhou);
  • À Direcção Pedagógica da nossa escola (pelos conselhos que nos foram dando);
  • À Direcção do Instituto (pelos apoios);
  • À Professora Ana Patrícia Barros (pelo empenho na impressão do poster);
  • À Professora Ana Peres (pela gentileza de nos ter ido entregar o trabalho à Univesidade de Aveiro);
  • À Sotelha (pelo apoio financeiro e pela gentileza com que nos recebeu);
  • À CCAM (pela amabailidade com que fomos atendidos e pela dispononibiladade demonstrada para nos ajudar);
  • Ao restaurante "Sopas D'avó"  (pelo óptimo almoço que nos propiciaram);
  • Aos organizadores do CCC (que estavam sempre dispostos a solucionar as nossas dúvidas);
  • A todas as outras pessoa que de qualquer forma, e não menos importante,  nos ajudaram a levar a cabo este projecto.

MUITO OBRIGADO!!!

 

sentimo-nos: Realizados!

publicado por ob4 às 22:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Maio de 2008

...

 

 


publicado por ob4 às 00:02
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

...

 

 

sentimo-nos: curiosos...

publicado por ob4 às 19:25
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

Entrevista à Megabike

 

Realizamos uma entrevista a uma empresa de motociclismo que nos prestou esclarecimentos sobre os procedimentos e processos burocráticos a efectuar para a criação empresarial.

 

Alguns dos documentos indicados foram:

• Certificado de Admissibilidade da firma;

• Cartão provisório de identificação de pessoa colectiva;

• Entre outros.

 

 

Através destes dados procuramos os respectivos documentos e formas de terminar o processo burocrático em causa.

 

Foi uma ajuda preciosa para a aceleração do projecto, na medida em que, nos forneceu dados muito importantes, já que, a burocracia é um dos processos mais demorados no nosso país.

sentimo-nos: empolgados

publicado por ob4 às 16:47
link do post | comentar | favorito
Domingo, 4 de Maio de 2008

Visita ao Restaurante " Sopas D'Avó "

     Tal como fora dito num dos posts anteriores o grupo " prometeu" a visita a Restaurante de Alimentação Biológica " Sopas d'Avó".

     A Promessa foi cumprida, e o grupo deslocou-se ao dito restaurante, localizado em Oiã, concelho de Oliveira do Bairro, e almoçou por lá.

     Os grandes objectivos desta visita eram:

  • Estudar a viabilidade do negócio
  • Perceber a integração no mercado
  • Analisar as Vantagens do Ramo de Actividade

 

    Os objectivos foram cumpridos na íntegra, pois conseguimos perceber que , o facto de ser um ramo inovador atrai clientes, e tem como grandes aliadas, as preocuações alimentares e ambientais que em muito influenciam as tendências de mercado.

     Destacamos também, a receptividade da gerência, que foi extraordinária, disponibilizando todas as informações necessárias, e deixando-nos alguns conselhos determinantes para o nosso quotidiano.

 

      Em suma, a visita ao restaurante permitiu recolher mais informações para a simulação da criação da empresa do grupo, bem como uma forte influência para a mudança dos nossos hábitos alimentares, determinantes para a preservação da nossa saúde e do desenolvimento sustentável do nosso planeta.

 

 

 

Aconselhamos a visita do site " www.sopasdavo.com  "

sentimo-nos: Deliciados

publicado por ob4 às 13:03
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Maio de 2008

Oliveira do Bairro

           Este Video da autoria do grupo, visa focar os principais lugares do concelho de Oliveira do Bairro, actualizando de alguma forma, o video inserido num dos posts anteriores, que serviu de exposição provisória da cidade.

          Com este video pretendemos que, os espectadores possam visualizar as diferentes freguesias que constituem Oliveira do Bairro, para que consigam obter uma prespectiva mais alargada dos núcleos da nossa cidade!

 

               

 

 

  

 

 


publicado por ob4 às 00:13
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Entrevista à Sotelha

Com vista a perceber melhor o pocesso de criação de uma empresa e ter uma perspectiva das maiores dificuldades e preocupações a ter, o grupo realizou uma entrevista ao Administrador da empresa Sotelha, Sr. Eduardo Veiga. Deste modo ficámos a saber que: 

  •  1º - devemos definir um objectivo e para isso será necessário realizar um estudo de mercado para definir a tipologia de cliente que pretendemos atingir, as condições em que se encontra o mercado onde pretendemos "entrar", o markting a utilizar (de forma a ser o mais persuasivo no meio em que nos encontramos);
  • 2º -  temos que pedir financiamento para construir a nossa empresa;
  • 3º - devemos escolher o lugar para instalar a empresa, se preferimos numa zona industrial ou não (é necessário ter em atenção, entre outros aspectos, a facilidade de acessos nesta escolha);
  • 4º -  devemos olhar a problemas como a questão ambiental e o enquadramento
  • 5º -  segue-se o complexo processo burocrático...

 

Depois de criada a empresa devemos:

- Divulgar, tendo em atenção o cliente alvo e o produto a comercializar

- Estabelecer uma cadeia de distribuição

 

Entre a criação e a abertura da empresa devemos ter como principal preocupação a entrada no mercado, deste modo,  não podemos ter um bom preço, mas o melhor preço;  não podemos ter uma boa qualidade, mas a melhor qualidade e por último, não podemos oferecer um bom serviço, mas o melhor serviço.

 

Com esta pequena aula de "como criar uma empres" foi-nos possibilitada uma maior percepção daquilo que teremos de fazer para criar a nossa empresa, auto-suficiente, que irá dinamizar a nossa cidade!

sentimo-nos: ansiosos pelo nosso projecto

publicado por ob4 às 14:57
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Abril de 2008

10 anos do Intermaché de Oliveira do Bairro

     O Intermaché de Oliveira do Bairro comemora o seu 10º aniversário, e a sua administradora faz o balanço desta década na zona da Bairrada.

     Rita Ferreira, enaltece a aposta constante na qualidade, com vista a satisfazer os seus clientes, que segundo ela, se revelam cada vez mais exigentes.

     A boa relação com os clientes, a crescente atenção ás novidades e a aposta numa distribuição eficiente são outros factores, que justificam o sucesso da empresa, neste posto de Oliveira do Bairro.

     O facto de se tratar duma boa zona agrícola, estimula o supermercado a vender produtos de qualidade, maioritariamente extraídos na zona, pois os clientes conhecem muito bem os produtos provinientes do sector primário, exigindo qualidade dos mesmos.

 

 

 

    A Administradora, considera que os clientes, fazem deste intermaché uma "loja da terra", visitando-o todos os dias para compras diárias, não se preocupando muito em fazer compras para todo o mês.

   Por fim, a questão do posto de abastecimento, colocado junto ao estacionamento do supermercado, é considerado uma mais valia, na medida em que, tudo o que se possa fazer ao lado da superficie comercial, é dar um conforto aos clientes.

 

    

   É mais uma entidade empresarial, que demonstra satisfação na sua actividade, e que não poupa elogios á zona da bairrada, e desta forma, constitui um motivo de orgulho para o grupo, na medida em que estuda o mercado da zona, percebendo os sectores que melhor benefeciam a actividade comercial.

sentimo-nos: Felizes por este aniversário!

publicado por ob4 às 15:47
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Abril de 2008

BPI - Operação Bairrada

     O director da Região Centro do BPI, em declarações ao Jornal da Bairrada, considerou a zona da Bairrada, como estratégica e propícia á actividade bancária.

     As estatísticas falam por si, o BPI tem hoje uma presença regional na bairrada superior á sua quota nacional ( Presença nacional - 12%, na Bairrada - 20% ). A zona dispõe de trabalhadores dispostos a ingressar em actividades ligadas aos sector bancário, e para além disso está repleta de entidades empresariais, geradoras de mais créditos, parcerias, entre outros tipos de contactos.

     Havendo muitos trabalhadores, ligados quer aos bancos, quer ás outras entidades locais, aumenta a quantidade de potenciais clientes particulares, e neste tipo de indicadores a zona da Bairrada supera claramente a média nacional.

     O director vai mais longe, enaltecendo o crescimento das empresas bairradinas, destacando o seu valor acrescentado e a utilização de tecnologias de ponta.

     Para além do empreendorismo, o crescimeno da hotelaria e da emigração, completam o leque de factores atractivos.

 

     Para tornar possível todo este investimento, quer na Bairrada quer a nível nacional e internacional, o BPI aposta numa política de marketing constante, que permita a atracção de clientes e a divulgação de créditos e outras políticas estipuladas.  As especificidades deste banco são:

  • Transparência;
  •  Bom relacionamento com os clientes, colaboradores e equipas locais.

 

     Importa ainda sublinhar que, o BPI, está de tal forma satisfeito com as condições da zona, que garante que a "Operação Bairrada" ainda não está concluída abrindo portas ao estabelecimento de novos bancos na zona e consequentemente á abertura de novos postos de trabalho na zona!

 

     O grupo, analisando estas declarações, compreendeu a importância da entidade na zona, percebendo as suas directrizes, e os factores que apontam como determinantes ao investimento. É sem dúvida um indicador de desenvolvimento, na medida em que, revela o fortalecimento do sector terciário na zona, mais concretamente da actividade de gestão bancária.

sentimo-nos: orgulhosos!

publicado por ob4 às 16:21
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Abril de 2008

A cidade de Oliveira do Bairro

sentimo-nos: Em ambiente citadino...

publicado por ob4 às 17:06
link do post | comentar | favorito

*nÓs...

*Com o apoio de:

*visita...

*Colabore votando...


Get your own Poll!

*rascunhos...

* Conclusão & Agradecimento

* ...

* ...

* Entrevista à Megabike

* Visita ao Restaurante " S...

* Oliveira do Bairro

* Entrevista à Sotelha

* 10 anos do Intermaché de ...

* BPI - Operação Bairrada

* A cidade de Oliveira do B...

*baú de memórias...

* Maio 2008

* Abril 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

*pesquisar

 

*VISITAS

*baú de memórias...

* Maio 2008

* Abril 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

*Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


*Estás perdido no tempo?

*subscrever feeds